segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Saindo do silêncio

Inventar sem medidas, sem correções, inventar... Um coração poeta pode se calar durante um tempo, mas não deixa de ser inquieto. Uma alma que goza de plena liberdade, não pode prender-se a datas, problemas, limitações diárias. A rotina tem horas que sufoca, então... grite!!!

Não se esquive
Encare

Pinte
Pinte-se

Ame
Ame-se

Invente
Reinvente-se

Abelhe-se
Florei-se
Docei-se
Atravesse-se
Mundei-se
Marei-se
Amande-se
Rose-se
Fernande-se
Helene-se
Roberte-se

Voe-se 
Voe em si



















Simples assim

5 comentários:

  1. Respostas
    1. (rsrsrs) Isso mesmo Patrícia :)
      Boa semana pra você também
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Amanda!
    você apareceu-se, que bom!!!!! Adorei os seus versos, iluminou-se o meu dia!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Fátima :)
    Obrigada por estar sempre presente aqui. Beijos

    ResponderExcluir